.... SABER COMER E SABER BEBER ............................... Bom serviço na restauração

Austrália

                    Introdução

            O primeiro vinhedo australiano foi plantado em New South Wales no ano de 1788 com vinhas originárias do Cabo da Boa Esperança e do Rio de Janeiro! Foram levadas pelo Capitão Arthur Phillip na viagem para Sydney a bordo do HMS Sirius. A despeito de produzir vinhos desde o século 18 foi somente nos últimos 30 anos, num salto qualitativo, que a Austrália passou a fazer parte do pequeno e seleto grupo de países produtores dos melhores vinhos do mundo. Isso foi conseguido principalmente graças ao enorme avanço tecnológico, não somente nos equipamentos empregados, mas também na realização do potencial das uvas e do solo e uma visão fixa no objetivo de produzir vinhos mais finos e mais expressivos. Uma vez assim engajados os australianos progrediram tão rapidamente que até produtores estrangeiros não se deram conta que um novo concorrente de peso estava se armando. Até o início da década de 80 quase todo o vinho produzido no país era para consumo interno. Quando o volume cresceu dramaticamente os produtores se concentraram nas exportações. Diariamente cerca de 2,5 milhões de garrafas deixam os portos australianos para mais de 100 países, representando 46% da produção.

            A expressiva maioria dos grandes vinhos dessa moderna fase emprega exclusivamente variedades clássicas francesas, sendo que duas se destacam das demais: Shiraz e Chardonnay. Menos utilizadas são a Riesling, também chamada de Rhine Riesling ou White Riesling, produzindo vinhos suaves atrativos e alguns muito bons de colheita tardia e a Sémillon, usada isoladamente ou em blends com Chardonnay, denominados “Sem/Chard”.    Por lei os vinhos vendidos como varietais precisam ter pelo menos 85% da variedade declarada no rótulo. A uva tinta Shiraz é a mais representativa da Austrália fornecendo vinhos sólidos e substanciais, muitas vezes cortada com Cabernet Sauvignon para maior complexidade. Isoladamente a Cabernet também produz alguns dos melhores vinhos do país. A Pinot Noir é relativamente recente e sempre foi mais bem adaptada em climas mais frios. Durante muitos anos o país produziu vinhos de sobremesa botrytizados e fortificados, mas que agora são poucos e menos importantes.

            Os vinhedos encontram-se espalhados por todas as regiões, mas praticamente os melhores vinhos são originários de New South Wales, Victoria e South Australia. Em New South Wales os vinhedos são irrigados, os vinhos normalmente fermentados em aço inox com temperatura controlada e o carvalho usado com prudência; em Victoria, onde há uma proliferação de pequenas propriedades, os vinicultores procuram as áreas mais frias para expandir a produção de varietais premium; em South Australia a viticultura é bem variada, desde a produção maciça de vinhos a granel até os mais finos varietais maturados em barricas de carvalho novo.

            As vinícolas australianas, atualmente mais de 1.500, inicialmente se desenvolveram ao redor de Sydney e então se estenderam para Adelaide mais a oeste. Em New South Wales, o vale do rio Hunter rapidamente tornou-se famoso e hoje abriga as vinícolas mais importantes do país. Mais recentemente as áreas dos vales do Mudgee, Canberra e Hastings tornaram-se locais de importantes vinhedos. No Barossa Valley e no Clare Valley ao norte de Adelaide, em South Australia, também existem muitas e importantes vinícolas; ao sul da cidade, Coonawarra e Pathaway são excelentes áreas de plantio. Em Western Australia, o Margareth River ao sul de Perth tem bons produtores de Cabernet Sauvignon e Chardonnay. A ilha de Tasmânia possui pequenas vinícolas, mas seus produtos são raramente exportados. Os grandes exportadores australianos e mais uma centena de pequenas vinícolas estabeleceram firmemente a reputação da Austrália como um país produtor de vinhos de categoria mundial.

Contatos

Raul Manuel Valente

raulmvalente@gmail.com

Vila Real Santo António

Portugal

+351.963700439

Procurar no site

Contacte-nos

Amigo(a)

    Caso queira ajudar nos custos da manutenção e desenvolvimento do site, pode participar com uma pequena contribuição (1€).

 

Produtos

Produto #1

Esta é a descrição do produto. Você pode modificá-la como quiser ou remover o registo do produto por inteiro.

Produto #2

Este é o exemplo do segundo produto.

Raul valente.pt

Desenvolvido por Webnode