.... SABER COMER E SABER BEBER ............................... Bom serviço na restauração

Algarve Cup: Portugal bate País de Gales por 2-0 na abertura do Grupo C

07-03-2013 18:06

 


Algarve Cup: Portugal bate País de Gales por 2-0 na abertura do Grupo C
 
 
Portugal entrou hoje a vencer no Mundialito de futebol feminino (Algarve Cup), que se disputa no Algarve, ao derrotar o País de Gales por 2-0, em partida da primeira jornada do Grupo C.

Dois golos de Edite Fernandes, um aos 36 minutos, de grande penalidade, e outro aos 72, deram o triunfo à equipa orientada por António Violante, que superou com clareza a formação galesa e somou os três primeiros pontos para as contas finais de um grupo no qual também estão México e Hungria.

Na partida que marcou a abertura do grupo C, o selecionador português apostou em Neide Simões na baliza, numa defesa composta por Mariane Amaro, Carole Costa, Mónica Mendes e Regina Pereira, Dolores Silva e Cláudia Neto à frente do quarteto defensivo e Ana Borges, Edite Fernandes e Jéssica Silva no meio-campo, atrás da ponta-de-lança Laura Luís.

Portugal tentou impor o domínio desde o início, mas foi o País de Gales quem dispôs da primeira grande oportunidade, aos 14 minutos, quando Sarah Wiltshire se desmarcou, após passe de Helen Ward, e ficou na cara da guarda-redes portuguesa, mas Neide Simões saiu bem dos postes para fazer a “mancha” e evitar o golo.

Aos 21 minutos, Edite Fernandes ameaçou, mas não cabeceou como pretendia e o lance perdeu-se, para, aos 33, Laura Luís rematar de fora da área, com perigo, ao lado.

A seleção lusa acabou por chegar ao golo aos 36 minutos, numa grande penalidade transformada por Edite Fernandes, a punir uma falta cometida sobre Ana Borges dentro da grande área, quando a portuguesa procurava fazer a recarga, após uma defesa incompleta da guarda-redes galesa Nicola Davies.

Aos 40 minutos, Edite Fernandes voltou a estar perto do golo, mas o seu remate foi à trave da baliza do País de Gales, que acusou o golo e começou a dar mais espaço.

O segundo tempo começou com as galesas à procura do empate e, aos 51 minutos, um livre batido no início do meio-campo ofensivo, que não sofreu qualquer desvio, quase traía a defesa portuguesa, mas a atenção da guarda-redes lusa evitou o golo.

Aos 62 minutos, foi o “onze” luso a estar perto do segundo, num cruzamento/remate de Ana Borges, que bateu na trave da baliza galesa.

Portugal começou, depois, a superiorizar-se e o segundo golo acabou por surgir aos 72 minutos, de novo por Edite Fernandes, que só teve de encostar, depois de uma boa jogada de Ana Borges, pela direita, que tirou uma adversária da frente, entrou na área, fintou a guarda-redes e colocou a bola na entrada da pequena área.

Portugal entrou, assim, a vencer e vai medir forças na sexta-feira com a Hungria, também em Vila Real de Santo António.

“Como nós prevíamos, foi um jogo equilibrado. Houve imposição física das jogadoras do País de Gales, perdemos alguns confrontos diretos, não nos conseguimos organizar como queríamos, mas foi um bom resultado”, disse o selecionador nacional, António Violante.

“O objetivo de fazer crescer a equipa continua a ser perseguido. Houve entrega das jogadoras, que cumpriram com o que foi pedido em relação à organização tática. A vitória abre boas perspetivas”, acrescentou.

O responsável fez ainda um balanço do seu mandato à frente do comando técnico da equipa: “As jogadoras ganharam mais confiança. Há um ano, quando peguei na equipa, havia alguma falta de confiança. Elas têm capacidade técnica, mas têm receio. Cada vez mais, vão ganhando confiança na sua capacidade. As falhas acabam por se admissíveis, mas sei que podem fazer melhor. Ganhar confiança é muito importante para a progressão da equipa.

 

Contatos

Raul Manuel Valente

raulmvalente@gmail.com

Vila Real Santo António

Portugal

+351963700439

Procurar no site

Contacte-nos

Amigo(a)

    Caso queira ajudar nos custos da manutenção e desenvolvimento do site, pode participar com uma pequena contribuição (1€).

 

Produtos

Raul valente.pt

Desenvolvido por Webnode